Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Imprensa Noticias 2017 Agosto Time de futebol do Itec é reativado após 20 anos sem atividades
18/08/2017 - 16h56m

Time de futebol do Itec é reativado após 20 anos sem atividades

Colaboradores apostam no esporte para integração, saúde e resgate de memórias

Time de futebol do Itec é reativado após 20 anos sem atividades

Texto de Isaac Moraes

Imagens Ascom Itec

Quem se aproximar da área de desporto do Sesc Cambona às quintas-feiras a noite e tiver tido contato com o corpo de colaboradores do Instituto de Tecnologia em Informática e Informação (Itec), além de reconhecer diversos analistas de sistemas, desenvolvedores, administrativos e serviços gerais em campo, presenciará não só um bate bola, mas também a reativação de um projeto antigo do Instituto: seu time de futebol. Uma tentativa de unir saúde, integração e o resgate de um alegre passado.

São diversas lembranças e fotografias antigas que resgatam os áureos tempos do time de futebol do antigo Instituto de Processamento de Dados (IPD), hoje Itec. Por força das circunstâncias, o time ficou adormecido 20 anos, sendo reativado esporadicamente em um ou outro Jogo dos Servidores Estaduais, promovido pela Secretaria de Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag) no mês do servidor, outubro. Agora, parece que o projeto veio para ficar.

“Eu tive essa ideia justamente por que percebi que há alguns anos o pessoal tinha essa prática e participava de eventos,como o Jogos dos Servidores, e mesmo para esse momento havia pouco interesse. Reativar o time do Itec é uma oportunidade de nos unirmos mais fora do ambiente de trabalho e haver mais integração entre todos” explicou o colaborador administrativo, Alexandre Albuquerque.

O projeto vem ganhando o incentivo de quem participou das formações anteriores, como o programador Carlos Francisco Ayres, que relembra momentos inusitados da equipe.

“Foi muito bom, em termos de brincadeira, de integração, e vai ser muito importante ter essa atividade de volta. Lembro que jogamos na Massagueira, contra um time de pescadores, sendo que o campo era todo feito com estrume de vaca e só percebemos já em campo. Outra história engraçada é de um compadre meu, Jesoaldo, que era apelidado de mão de quiabo, por que a bola escorregava com facilidade das mãos dele e era gol direto contra a gente. Eram momentos de muita alegria”, lembra Carlos Francisco.

 

atletas ipd

 

De acordo com Tereza Olegário, gerente de valorização de pessoas do Itec, além do incentivo da atividade em equipe e do relacionamento entre os servidores, o futebol ou quaisquer outras atividades físicas servem como descarga de tensão, de energias negativas acumuladas durante a semana.

“Há uma descarga de emoções, você descarrega aquela energia nociva e recarrega a positiva, de euforia, garra, força, vontade, determinação e positividade. Então, esse lado emocional e psicológico é muito importante pois você sai de uma coisa que é um grupo, um setor, para trabalhar em equipe, onde há uma só finalidade, todos unidos na mesma intenção, na mesma vontade” explicou Tereza.

As partidas acontecem das 17h30 às 18h30 e por enquanto está restrita a servidores do Instituto e alguns poucos convidados próximos. O grupo estuda a possibilidade de abrir para servidores de outros órgãos à medida que for se fortalecendo e organizando.

Ações do documento