Notícia

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Instituto de Tecnologia em Informática e Informação do Estado de Alagoas
Quarta, 14 Março 2018 20:18
TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO

Alagoas terá sistema de regularização e monitoramento de escolas

Software Regularize possibilitará acompanhamento e pesquisa de pais e alunos sobre as condições das instituições de ensino antes da matrícula

Ferramenta visa otimizar a vida dos cidadãos que utilizam, seja como pais ou como alunos, o sistema de educação estadual Ferramenta visa otimizar a vida dos cidadãos que utilizam, seja como pais ou como alunos, o sistema de educação estadual Ascom/Itec
Texto de Isaac Moraes

“Estamos avançando mil anos em um com esse sistema”. A frase é da supervisora de Orientação e Inspeção Escolar da Secretaria de Educação (Seduc), Juliana Cahet e sinaliza bem a importância do Sistema Regularize, tema da reunião que aconteceu nesta quinta-feira (8) entre a equipe da Seduc e do Instituto de Tecnologia em Informática e Informação (Itec), desenvolvedor da ferramenta. O Sistema visa otimizar a vida dos cidadãos que utilizam, seja como pais ou como alunos, o sistema de educação estadual.

O Regularize é um sistema de monitoramento da situação de regularização das escolas de Alagoas, porém, não servirá apenas para as escolas estaduais, mas abrangerá toda a rede de ensino de Alagoas, ou seja, escolas municipais e particulares também, dando segurança aos pais na hora de matricularem seus filhos. Após consultar o sistema, eles poderão saber se a escola está regular de antemão, não só evitando problemas mais imediatos, como prejuízos financeiros, como a longo prazo, caso a pessoa precise de um histórico escolar e não conseguir recebê-lo pois a escola não era regularizada e o diploma sem valor.

“Uma escola, para ser regularizada, precisa obedecer a 'n' critérios: ter professores habilitados, proposta pedagógica, regimento, espaço físico adequado, é o ato no Sistema que dirá se a escola está apta a receber uma criança. Então, para a comunidade, o Sistema Regularize vai ser um avanço, porque as pessoas vão conhecer a situação de regularização da escola e aí vamos conseguir acabar com essas escolas que abrem e fecham irregulares, causando prejuízo a pais e alunos”, explicou a supervisora da Seduc, Juliana Cahet.

 

IMG 7509

“O desenvolvimento desse Sistema é fruto do Projeto Regularize, que é uma ação maior. Nosso próximo passo é criar o selo de escola regularizada, uma outra campanha que vai nascer desse Sistema, feito em parceria com o Itec. Em breve, estamos homologando e colocando 'na rua', fazendo o sistema ser utilizado, crescer” finalizou Juliana.

De acordo com o analista de sistemas da Gerência de Desenvolvimento do Itec, Manfredi Melo, o Sistema estará em funcionamento ainda neste primeiro semestre.

“Dividimos o projeto em cinco etapas, estamos encerrando a segunda e passando para a terceira. Esperamos em breve entregar o resultado final, que está programado para o primeiro semestre de 2018. A próxima etapa é a parte central do sistema, onde vamos trabalhar com os atos que vão regularizar e monitorar a situação de regularidade das escolas. Isso vai dar um subsídio muito grande para a população poder ficar atenta na hora de matricular seu filho. A partir da semana que vem, já vamos realizar uma entrega do Sistema que possibilitará à Seduc fazer o cadastramento das milhares de escolas de Alagoas” explicou o analista.

Além da gerência de desenvolvimento, participou também da reunião a equipe da Assessoria de Projetos do Itec, que em parceria com o desenvolvimento vem acompanhando e trabalhando e vários outros projetos como e-OUV e e-SIC Alagoas, para a Controladoria, o Sistema de Laudos do Instituto Médico Legal (IML) e a Folha de Monitores da Seduc.

 

Sistema Regulariza   Sistema Regulariza   Sistema regulariza   Sistema Regulariza