Notícia

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Instituto de Tecnologia em Informática e Informação do Estado de Alagoas
Quinta, 25 Junho 2020 17:31
SEGURANÇA

Polícia Civil de Alagoas volta a ampliar serviços da Delegacia Interativa

Agora, os crimes de estelionato também podem ser registrados de forma on-line

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Os crimes de estelionato também podem ser registrados de forma on-line Os crimes de estelionato também podem ser registrados de forma on-line Ascom PC
Texto de Amarildo Albuquerque

Para proporcionar melhor atendimento e comodidade aos cidadãos, a Polícia Civil de Alagoas (PC/AL) amplia, mais uma vez, os serviços oferecidos à sociedade por meio da Delegacia Interativa.

Acessando o endereço www.delegaciainterativa.al.gov.br, a pessoa pode fazer o Boletim de Ocorrência (BO) também quando for vítima do crime de Estelionato e Perturbação do Sossego, sem necessidade de se deslocar até uma delegacia física.

A Delegacia Interativa pode ser acessada por qualquer dispositivo – computador, celular, tablet – e já fazia o registro de Roubo e Furto à pessoa, Perda ou Extravio, Roubo à residência, Calúnia, Injúria e Difamação; Maria da Penha (Calúnia, Injúria, Difamação e Ameaça), Dano, Maus Tratos de Animais, Acidente de Trânsito (sem vítima), Violação de Domicílio, Desaparecimento e Encontro de Pessoa.

A gestão atual da Polícia Civil tem procurado aumentar cada vez mais a oferta de serviços à sociedade também por meio da Delegacia Interativa, dentro da filosofia do governo do Estado. “No caso on-line, no início eram duas modalidades criminosas (furto e extravio), hoje, com esta nova inserção, já são 20 tipos penais que podem ter os Boletins de Ocorrência (BOs) registrados por meio deste recurso tecnológico, pela internet”, pontuou o delegado-geral da PC de Alagoas, Paulo Cerqueira.

Ele disse, ainda, que, recentemente, para contribuir com a luta pelo fim da violência contra a mulher, a Polícia Civil disponibilizou naturezas criminais apropriadas para os registros de violência doméstica, bem como um ambiente que visa a orientação e o acolhimento e inseriu campo especifico para o registro de crimes da Lei Maria da Penha, a exemplo de calúnia, injúria, difamação e ameaça. “Já orientamos ao setor que busque viabilizar ainda mais os serviços ofertados”, acrescentou o delegado-geral.

A busca pelos serviços da Delegacia Interativa tem crescido bastante. Em todo o ano de 2019 foram cadastrados 40.523 registros. Em 2020, até o momento, já foram contabilizados cerca de 30 mil registros. A cada nova funcionalidade inserida, em parceria com o Instituto de Tecnologia em Informática e Informação do Estado de Alagoas (Itec), os índices de utilização aumentam de forma exponencial.

O Boletim de Ocorrência feito na Delegacia Interativa tem o mesmo valor do registrado de forma presencial nas unidades físicas da Polícia Civil, pois, para isso, há uma equipe de policiais civis que, após análise, valida o documento ou tira dúvidas quanto às informações relatadas, e envia ao solicitante o número do protocolo, através do e-mail colocado por ele durante o registro, dando a comodidade para que o BO seja impresso de onde a vítima esteja.

A Delegacia Interativa pode ser acessada no endereço: www.delegaciainterativa.al.gov.br.